quinta-feira, 14 de abril de 2011

Guiné 63/74 - P8102: Blogpoesia (144): Se eu pudesse escolher uma data... (Juvenal Amado)

1. Mensagem de Juvenal Amado* (ex-1.º Cabo Condutor da CCS/BCAÇ 3872, Galomaro, 1972/74), com data de 13 de Abril de 2011:

Luis, Carlos, Magalhães, Briote e restante Tabanca Grande
Abril é um mês por diversas situações se tornou um marco da minha vida.

Dia 4 cheguei a Lisboa no Niassa.
No dia 17 foi a emboscada do Quirafo.
Por fim o 25 de Abril.
São datas incontornáveis da minha vida por isso esta dedicatória.

Um abraço
Juvenal Amado



O regresso a Bissau em LDG...

Foto: © Juvenal Amado (2011). Todos os direitos reservados


SE EU PUDESSE ESCOLHER UMA DATA...

Se pudesse escolher uma data
Sacudir o suor do rosto
Esquecer o calor e as moscas
Ignorar o cheiro da morte
Esquecer as horas incertas
Pensar que havia Futuro
O meu trabalho desse fruto
Com o braço enlaçasse teu ombro
No teu seio sentisse a palpitação da vida
Finalmente juntos
Beber até à ultima gota o cálice do amor
Festejar o regresso
Respirar em pleno a Liberdade
Espingarda esquecida
Do meu peito saísse um cravo
Abril meu porto de chegada
Abril meu local de partida
Se pudesse escolher uma data
Em Abril seria


Juvenal Amado
____________

Notas de CV:

(*) Vd. poste de 1 de Abril de 2011 > Guiné 63/74 - P8027: Estórias do Juvenal Amado (36): Um domingo de futebol em Galomaro

Vd. último poste da série de 11 de Abril de 2011 > Guiné 63/74 - P8084: Blogpoesia (143): Vila do Conde é um poema (Manuel Sousa)

14 comentários:

Anónimo disse...

Esta foto é espectacular - digna de constar em qualquer album sobre a Guerra do Ultramar.
Acompanha muito bem o sentido poema.

Um abraço,
Carlos Cordeiro

Cesar Dias disse...

Juvenal Amado
Gostei do poema, mas quando vi o post foi a fotografia que me prendeu, curioso que deve ter acontecido o mesmo com o Carlos Cordeiro. Nunca fui transportado em LDG nem LDM, terá sido essa a razão porque fiquei impressionado? está formidável a foto.
Tamém gostei muito do poema , muita sensibilidade do Juvenal.
Um abraço
César Dias

Juvenal Amado disse...

Muito obrigado camaradas mas tenho aqui que fazer uma emenda ao poste.
A fotografia foi tirada por mim e faz parte de um grupo de fotos de um rolo a cores que me foi enviado da Metrópole. São quatro no embarque, onde está esta com o Caramba bem visivel e outra que estou eu no lugar do Caramba, sendo ele o autor da outra foto. Do mesmo rolo fazem parte também fotos da despedida do batalhão no Comuré e duas vistas da ilha da Madeira. Com grande pena minha já não tinha rolo quando acostamos em Lisboa.
Um abraço

Luís Graça disse...

As fotos que publicamos no blogue devem ter sempre um "autor", ou titular dos direitos de autor...

Tenho quase a certeza que esta foto é do Américo Estanqueiro, o fotógrafo da CCAÇ 2700, que esteve do mesmo sector (O de Galamaro) em que esteve o Juvenal...

É possível que o Juvenal tenha comprado a foto em Galomaro, ainda "periquito"...

O Estanqueiro fez milhares de fotos, acabou por destruir milhares de negativos, mas mesmo assim já fez uma exposição fotográfica, inaugurada 12 de Novembro de 2007, na Fundação Mário Soares )conforme notícia publicada no nosso blogue: vd. http://blogueforanadaevaotres.blogspot.com/search/label/Am%C3%A9rico%20Estanqueiro ).

A foto da capa do catálogo, publicado na altura, não era esta, mas é uma muito parecida, também tirada na LDG... Até pode ter sido tirada pelo Juvenal... Se assim for, o seu a seu dono... De qualquer modo, o Estanqueiro é um grande fotógrafo.

Luís Graça disse...

Retiro o que isso, enganei-me ao atribuir a autoria da foto ao Américo Estanqueiro. Em Galomaro também havia grandes outros grandes fotógrafos, além de poetas e contistas, como o nosso querido amigo e camarada Juvenal Amado. O seu a seu dono.

Luís Graça disse...

À atenção dos nossos editores, autores, colaboradores, leitores...

Isto é apenas um lembrete...

Como sabem (mas é sempre bom repeti-lo), "somos defensores da via verde da sociedade da informação e conhecimento... mas com respeito pelo trabalho intelectual de todos os produtores de conteúdos", incluindo as imagens que publicamos no nosso blogue...No mínimo, a fonte deve ser sempre citada...por nós (ou por quem vem ao nosso blogue "sacar"...).

Temos um "Aviso à
cibernavegação":

"Respeita os direitos de autor, promove o livre acesso à informação"...

António Tavares disse...

Camarigos,

No BCaç.2912 o A Estanqueiro (CCaç.2700) e o 1º Sarg Duarte (CCS) tinham estúdio fotográfico em Dulombi e Galomaro respectivamente. Venderam milhares de fotografias. O nosso 1º.Sargento ganhou Manga de Patacão. Os outros camaradas eram uns principiantes que coleccionaram e tiraram fotografias segundo as suas sensibilidades.
Um abraço
António Tavares
Galomaro 1970/72

Joaquim Mexia Alves disse...

Caro Juvenal

Não te escrevo palavras!

Dou-te um abraço reconhecido!

Curiosamente também tenho uma ou mais fotografias numa LDG, mas ao contrário da tua, foi na chegada à Guiné.

Desembarcamos do Niassa para a LDG e fomos logo para Bolama.

Vou mandar essas fotografias aos editores.

Mais um forte e camarigo abraço

Anónimo disse...

Camarigo Juvenal!
Gosto da foto, está de facto espectacular, seja ela de quem seja,(embora obviamente haja, tenha que haver, respeito pelos autores dos conteúdos)mas ela, a foto, agora é nossa, partilhada por todos, e está de facto, poderosa, elucidativa, eu diria, quase que nos esmaga, no bom sentido claro.
Mas também queria dizer, caro Juvenal, que também gosto muito do poema, que homenageia Abril, esse mês de dias claros, que ficará sempre na nossa memória colectiva,
na minha ficará sempre,independentemente, do que os políqueiros deste País, fizeram dele.
Gostei, tenho dito.

Um abraço
Francisco Godinho

Torcat Mendonca disse...

Juvenal Amigo
Foto óptima e parabéns.
Também eu embarquei, no regresso, numa LDG. Tenho, têm os editores, creio eu, a chegada da dita ao Xime e ao seu porto fluvial do Leste.

Lá fomos rumo a Bissau. Antes houve pequena bronca...a Marinha queria que entregássemos ou desactivássemos as armas, Nada não, aquilo era mais um membro do nosso corpo...acalmaram-se, ainda passamos por carneiros (ninguém levava divisas ou galões; um berro de vai "prá c. de tu madre, non"...
Partiu a LDG, voltou pouco depois o altifalante a chamar os oficiais, para um drink certamente, ninguém se mexeu.Naquela Comp 2339 ou todos ou nenhum...Venha o Geba largo e Bissau.Veio, e vai para ti um AB T.

Anónimo disse...

Também a minha C.Cav.8351, que amanhã se reune, embarcou numa L.D.G. de Bissau para Buba, tendo feito o percurso inverso também de L.D.G..
Mas se aqui estou não é para falar da fotografia, antes para me referir ao teu porto de partida, ao teu porto de chegada e à data escolhida.
Um abraço
Vasco A. R. da Gama

Anónimo disse...

Que a foto é excelente não há qualquer dúvida e nem serei eu, que sou o pior fotógrafo do mundo, com credenciais para atestá-lo.
O Poema sim, marca. Marca-me na de descoberta da escolha justa da palavra emocionada mas contida, o que, aliás, já não me surpreende em ti.
Abraço forte, Juvenal
José Brás

Sousa de Castro disse...

Fiz duas viagens na LDG (Lancha de Desembarque Grande) do Xime para Bissau, a primeira estava em Mansambo quando fui entregar material obsoleto de TRMS ao quartel de Stª Luzia e que aproveitei para passar uma semana em casa de um amigo que também era da arma de TRMS de seu nome Sargento Caldas, natural de Vila Fria, Viana do Castelo já falecido, tinha residência em Lisboa, a segunda foi em FEV/MAR 74 quando viemos embora. Estou a referir-me à CART 3494 do BART 3873.

Juvenal!... Peço autorização não só a ti, mas também aos editores do Blogue para que me seja facultada esta foto. Qualquer uso que lhe possa dar não me esquecerei de mencionar o autor.

SdC

Juvenal Amado disse...

Penso que o Carlos já te deve ter facultado a foto.
Eu penso que ele tem mais duas ou três do mesmo dia na LDG. Se eu estiver enganado é só dizer que envio todas as que tenho.

Um abraço Sousa Castro